Dicas para revender lingerie com excelentes lucros

revender-lingerie

O ano de 2014 estava acabando, estávamos precisamente no mês de novembro, onde logo as festas de final de ano se aproximavam e Jorge abalado pela crise, perderá seu emprego tradicional, onde trabalhava a mais de 12 anos.

Jorge já vinha passando por uma crise ainda maior, uma crise pessoal que havia abalado sua vida familiar e financeira durante anos.

Apôs ser despedido de sua atividade tradicional, as coisas só pioraram e o jeito seria o de se reinventar.

Jorge com o auxílio de sua esposa Mônica, deram o pontapé inicial ainda naquele conturbado, criando uma revenda simples de lingerie e moda intima em geral.

E para surpresa até de seus muitos credores, o casal conseguiu em apenas 06 meses, efetuar todos os pagamentos moras e juros. Aquele negócio decolou, graças muito estudo, trabalho e perseverança.

Abaixo confira algumas dicas do casal sobre como montar uma revenda ou revender lingeries com excelentes lucros.

Revendendo lingeries o casal se reinventou!

Em tempos de crise, o segredo para não ficar para trás é se reinventar. Prova disso é a quantidade de pessoas que está mudando de profissão e atuando em segmentos que jamais imaginaram atuar.

E se você está pensando em tornar-se vendedor autônomo, que tal entrar no ramo de revenda de lingeries? Se você já pensou sobre o assunto e já simpatiza com a ideia, temos algumas dicas para você tornar-se a nova sensação do momento em vendas de lingeries. Vamos a elas:

*Preço e prazo de entrega: Se a conta da sua cliente foi alta, que tal oferecer um descontinho (ou uma alternativa mais barata)? Isso fará com que as clientes confiem em você e no seu gosto.

Além disso, clientes não gostam de esperar muito para receber os produtos que compraram, portanto mantenha um estoque com as principais peças. Com o tempo, você irá percebendo o que tem boa saída e o que deve manter.

*Conheça os gostos das suas clientes – Conhecer suas clientes também engloba saber quais as suas preferências e expectativas.

Com o tempo, algumas se tornarão clientes fiéis e, a partir de suas compras, será possível traçar um perfil das cores, tamanhos e modelos que mais agradam o público para investir principalmente nessas peças.

*Seja criativa(o) – Você já parou para pensar em quantas pessoas vendem lingerie no seu bairro? Não seja só mais uma: crie diferenciais que farão as clientes optar por comprar de você.

Mesmo que o seu produto seja igual aos demais, você pode criar cestas temáticas e até incluir itens eróticos ou sabonetes, por exemplo. Ou que tal organizar um bingo com aqueles produtos que deram uma encalhada em seu estoque?

*Seja cordial e receptiva – Você pode reservar um espaço confortável de sua casa para receber as clientes. Caso tenha marcado de visitar algum grupo, seja pontual. Esclareça as dúvidas de suas clientes com interesse e trate-as sempre gentilmente.

Só dê a sua opinião quando ela for solicitada diretamente, mas seja sutil ao dizer que determinada peça não ficou boa na cliente. Agir sempre com respeito e responsabilidade são qualidades que conquistam o público.

Marca Dudalina e sua visão, coragem e competência

Marca Dudalia unissex

O que você faria com um lote inteiro de tecidos encalhados por dois anos sem vender em sua mercearia? É claro, se você tem ou tivesse uma mercearia algum dia.

99% das respostas seriam a de vender para alguém que precisa de tecidos, como no caso para uma oficina de costura ou casa especializada em tecidos, não é verdade?

Você agora pode se perguntar porque alguém estaria vendendo tecidos em uma mercearia, correto? Pois bem, em meados dos anos 50 e 60, era comum comércios destes tipos venderem de tudo, desde ovos até fios elétricos e roupas.

Mas os tecidos foram parar nesta mercearia por acaso…

 

A marca Dudalina foi criada por um erro!

O ano era 1953 e o casal seu Duda (apelido) e dona Adelina, resolvem apostar na compra de um comercio de secos e molhados, ou seja mercearias ou armazéns de hoje.

Certo dia seu Duda sai para repor o estoque e vai a visita de um fornecedor de produtos para seu comercio. Neste dia dona Adelina não o acompanhou e seu Duda cometeu um erro, foi convencido a comprar um lote inteiro de tecidos para vender em seu armazém.

Os argumentos do fornecedor eram de que seu Duda e dona Adelina poderiam o pagar em até 02 anos, eu desconfio que este lote de tecido já estava encalhado sem vender junto a esse fornecedor, desta forma ele fizera tamanha proposta.

E ainda bem que seu Duda aceitará, porque sem saber esses tecidos serviriam para a criação do projeto de suas vidas: a marca de camisas Dudalina.

 

A visão para a criação da marca Dudalina

Seu Duda diferente de dona Adelina não tinha muita visão para negócio e viu todo aquele tecido ficar encalhado sem vender ali por mais de 02 anos.

E sem ninguém perceber aquela mulher era determinada a realizar sonhos e teve uma visão de empreendedorismo. Decidiu aprender a costurar para assim criar camisas e vender em seu comércio e aproveitar todo aquele lote de tecido encalhado e pegando poeira.

Por mais alguns meses a empreendedora aprendeu a costurar e junto a mais duas mulheres contratadas por ela, começaram a costurar aquelas que seriam as primeiras camisas masculinas da marca Dudalina.

 

A coragem para criar algo novo

Em meados de 1960 não se via nenhuma mulher tomar conta e muito menos ter decisões sobre negócios, e foi assim que dona Adelina junto a seu esposo seu Duda criaram a empresa Dudalina, junção do nome Duda + Adelina.

A coragem até aqui foi fundamental, pois a visão ela teve de início e mais tarde a competência seria o fator decisivo para criar uma empresa de sucesso.

 

Com muita competência a marca Dudalina ultrapassou barreiras

Nesta parte muitos negócios param, porque não adianta ter visão e coragem e chegar na hora da competência falhar.

E com muita competência este negócio familiar foi muito longe, chegando a exportar peças produzidas para outras marcas de diversos países.

Veja abaixo na imagem ilustrativa o panorama da empresa até 2012, abordando o faturamento, número de lojas próprias, funcionários e fabricas.

faturamento Dudalina em camisas

 

Dudalina é vendida em 2013

Apôs diversos desentendimentos entre a família buscando o poder das operações da Dudalina, Sônia Hess, presidenta e filha dos fundadores, decide vender a empresa para um grande grupo americano, selando assim a promessa feita a sua mãe, falecida em 2008, que gostaria de ver sempre a união entre os filhos e não brigas.

 

Veja como é feita a produção das camisas

 

[Vídeo] Veja neste vídeo como Sônia Hess assumiu a presidência

Amor as pessoas e a camisa, esse é o lema do sucesso da empresa, conta Sônia Hess em palestra concedida ao evento Day One da Endeavor.

Sônia conta também curiosos casos da história de superação da marca criada por seus pais e faz uma revelação. Assista o vídeo para saber mais detalhes.

 

Programa Show Business entrevista Sônia Hess

Nesta rara entrevista João Doria entrevista a Sônia Hess que conta ainda mais detalhes sobre a curiosa história de sucesso das camisas Dudalina.

Sônia conta que seu pai era mais voltado a poesia e sua mãe que era a empreendedora e tinha todas as ideias, mas não se pode negar que se seu Duda não tivesse comprado aqueles tecidos por engano, nada disso teria acontecido.

Mas uma coisa é certeza, talvez essa empreendedora não teria montado a Dudalina e sim outra empresa grande, como por exemplo teria expandido seu comercio local como uma grande rede de hipermercados ou algo do tipo.

 

Curiosidades – Em 2010 Dudalina lança as camisas femininas

Como uma empresa de mais de 50 anos especializada em camisa masculina, resolveu mudar seu foco e acreditar em um produto novo e inédito voltado ao público feminino?

Sônia Hess esteve desde o início a frente deste projeto, e hoje as coleções de camisas femininas estão bem à frente das masculinas em números de produção e faturamento.

Veja mais detalhes na reportagem abaixo:

>> Dudalina virou a queridinha das executivas paulistanas